Café com Ufos
 
Livros - Lançamentos e Dicas de Leitura
 
Entrevistas com Autores
 
Fotos de OVNIs
 
Casos Ufológicos
 
Galeria de Fotos
 
Vídeos Ufológicos
 
 
 
 
Clima
 
 
Cientista que previu terremoto no Chile alertou sobre Nibiru
* Clique na imagem, para ampliá-la.
 

A possibilidade da existência do Planeta Nibiru - ou Planeta X, entre tantos outros nomes - é um tema que desperta fúria por muitos incrédulos e grande interesse por aqueles que acreditam haver algo lá fora que está vindo em nossa direção.

Nos últimos anos, tem sido falado muito sobre o planeta Nibiru, também conhecido por muitos nomes, como Planeta X ou Hercolubus, onde ao mesmo tempo e de acordo com nossas informações também é chamado de Nemesis.

Foi precisamente uma celebridade, como Dr. Carlos Muñoz Ferrada, um grande astrônomo, além de sismólogo e cientistas, que estudou por muitos anos o mundialmente conhecido NIBIRU, tudo a partir de 1940.

Carlos Muñoz Ferrada, por mais de meio século, tem impactado o mundo com suas grandes previsões astronômicas e geofísicas. Recordamos neste artigo uma de suas previsões mais chocantes, que também foi publicada no periódico "El Sur de Concepción", numa quinta-feira, 19 de janeiro de 1939.

Naqueles anos Muñoz previu que em 24 de janeiro de 1939, entre as 19h e as 22h, um grande terremoto devastaria o Chile. O mais desconcertante é que ninguém acreditou e aconteceu. Naturalmente, com apenas quatro horas de diferença, para o espanto de todos os que foram alertados, seu prognóstico foi cumprido.

Às 23h29m18s, o Chile tremeu e sofreu o terremoto mais devastador que eles poderiam ter imaginado. O grande terremoto causou a destruição de cinco províncias na parte Sul do Chile, o que causou a morte de 40.000 pessoas. Um povo aterrorizado pelo que aconteceu e vendo como por um momento tudo foi destruído.

Na mente daqueles sobreviventes, havia a lembrança daquele homem a quem não prestaram atenção ao que anunciara alguns dias antes. Com uma ciência geodinâmica particular, esse grande gênio e cientista, ao longo de sua carreira, tem superado todas as leis da astronomia moderna hoje, e podemos dizer que ele estava à frente de seu tempo.

Através de seus cálculos e estudos foram previstos não só inúmeros terremotos, como também explosões vulcânicas e, especialmente, mudanças climáticas bem-sucedidas em diferentes partes do planeta Terra. Além de tudo, ele descobriu uma variedade de cometas e planetas, decifrando suas trajetórias, mais e menos brilho, colorações, coordenadas e tempo sideral orbital, como sempre com incrível precisão antes de ser visto por grandes telescópios do mundo.

Carlos Muñoz Ferrada realizou um estudo interessante e monitoramento do planeta Nibiru, em que incluiu uma diversidade de cálculos, o que poderia determinar a trajetória e órbita deste planeta enigmático. Mas Ferrada o descreveu como um 'planeta cometa', porque, de acordo com a sua teoria, tem uma órbita elíptica, como a de um cometa, e por sua grande massa planetoide, portanto, seria um planeta com cauda.

Carlos Muñoz Ferrada disse, na época, que Nibiru não passaria despercebido, pois todo mundo iria vê-lo e haveria muita confusão na Terra, e portanto seria dada uma série de interpretações. As consequências em nosso planeta seriam tão terríveis quanto as que têm sido divulgadas há meses, mas também adiciona textualmente "que cada um se proteja como puder". Claramente, algumas palavras de devastação, onde não poderíamos fazer nada.

 
 
+ Notícias
 
 
grafitecom@gmail.com | (51) 3249.3700 – 99924.5300